Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria Inês.

por Inês Saraiva

Maria Inês.

por Inês Saraiva

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...

 

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...

Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,

Porque eu sou do tamanho do que vejo

E não do tamanho da minha altura...

 

Nas cidades a vida é mais pequena

Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.

Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,

Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,

Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,

E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.

(s.d.“O Guardador de Rebanhos”. In Poemas de Alberto Caeiro. Fernando Pessoa. (Nota explicativa e notas de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1946 (10ª ed. 1993).)

 

 

Depois do post em que o destino é a Cidade Falcão, achei que este poema que adoro fazia todo o sentido. Do alto da minha terra, do Castelo da minha cidade.

IMG_9281.JPG

 

 

IMG_9300.JPG

 

 

IMG_9316.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

Maria Inês.

 

 

 

 

Roma a Cidade Eterna.

"Dolce fare niente." Roma.

DSC04743.JPG

 

Colosseo Roma

 

Há dias uma amiga pediu-me umas dicas sobre Roma e desde então que tenho pensado em escrever um post por aqui... E depois do post de ontem aquelas pizzas lembraram-me ainda mais a Cidade Eterna.

Estivémos em Roma quatro dias, em Abril de 2013, quatro dias que pareceram um... A cidade absorve-nos tanto que o tempo passa e nem damos por isso.

Antes de ir, pesquisei sobre a cidade, sobre o que queria mesmo fazer e o que, se tivesse tempo, iria fazer... tinha portanto os dias planeados, e, aqui reservei também tempo e vontade para o acaso, entre outras coisas isto é o que aconselho sempre a fazerem, reservar tempo para o acaso, o local acaba sempre por ser mais do que aquilo que tinhamos pensado, e Roma não é excepção!

Continuando.. já vos disse aqui que ando sempre de olho em promoções, numa desta promoções encontrei uma promoção na Ryanair que não me fez pensar duas vezes... uma viagem de ida e volta para Roma a 79,05€!Comprei...

Depois do bilhete comprado a loucura de procura de hotel começou, dicas aqui. Como Roma tem uma oferta enorme de hoteís, hosteís, pensões e albergues, a decisão não foi fácil, sabíamos que não queriamos gastar muito dinheiro e que tínhamos com exigência pequeno almoço incluído (quando é bom vale a pena incluir!).

 

Como bem devem imaginar, Roma faz parte dos locais em que não devemos viajar com plano "tudo incluído", pelos motivos mais óbvios, em Roma comemos bem em qualquer esquina!

Entendo o mesmo em relação a viajra com "vôo + hotel", salvo raras excepções não compensa...

Pesquisei o alojamento no site BookingHostelworld, e no site Trivago, neste último mais pelas opiniões, nas quais confio muito, aqui raramente os comentários são diferentes da realidade!!!

Como pesquisei hotel muitoooo em cima do dia de embarque foi muito difícil encontrar um que reunisse os meus critérios básicos, e os do meu namorado (sim ele é muito e-s-q-u-i-s-i-t-o nesta coisa de hoteís e hosteis!ahah..), por mais que Roma seja uma cidade com muitíssimos alojamentos, a tarefa não foi fácil!

 

Quanto ao alojamento existe um imposto que o município de Roma cobra aos visitantes pela estadia na cidade, 2€ por cada noite de estadia em Roma!!! No fim de tanta pesquisa encontrámos o B&B Railway 24 que preenchia todos os nossos requisitos por 207,50€.

 

Reservamos, e, passado uns minutos tinha um e-mail da gerente do hotel, a amável Paola, agradecer a escolha, o e-mail continha ainda indicações da hora do chek-in e chek-out, bem como outras indicações sobre o hotel.. como a hora de chek-in era muito mais cedo do que a hora prevista da nossa chegada a Roma, enviei imediatamente um e-mail a explicar que iriamos chegar muito depois do chek-in (muito depois mesmo!), mais uma vez a Paola foi muito amável, disse-nos que não haveria problema algum, para quando estivéssemos à porta do hotel para lhe ligarmos. Fantástico! E assim aconteceu...

 

Problema de alojamente resolvido, havia mais uma questão a resolver ainda em Portugal.. o transfer desde o aeroporto Roma - Ciampino, depois de várias pesquisas concluimos que o melhor seria comprar o transfer de autocarro pela companhia Terravision, que assegura o transfer praticamente de hora a hora desde o aeroporto até á estação Termini em Roma.

É possível comprar o bilhete on-line com antecedência, mas por motivo que já não me lembro comprámos no próprio autocarro bilhete de ida e volta por 8€.

A viagem demora cerca de meia hora e os autocarros são bastante confortáveis!

Uma vez chegados a Roma, fizemos como haviamos combinado com a Paola, e, assim que chegámos forneceu-nos imensas informações e segredinhos sobre Roma, do que fazer, do que nunca fazer, onde comer e de onde fugir, por exemplo disse-nos que os melhores restaurantes eram sempre os que estavam mais cheios e se os outros estavam vazios por algum motivo seria...Todos os dias quando ia levar o pequeno almoço ao quarto, que era a única altura do dia em que tínhamos contacto com ela, perguntáva como estávamos, se precisávamos de alguma coisa, sugeria mais uma dica, e insistia em que lhe ligássemos sempre que fosse preciso.

O hotel fica numa das extremidades da cidade, no entanto está super bem localizado, super perto do centro, passado um dia descobrimos que podíamos perfeitamente ir a pé até ao centro, e assim o fizemos várias vezes, o hotel está também mesmo ao lado do Termini, estação ferróviária de Roma, garante ligação com o metro da cidade e com todos... t-o-d-o-s os autocarros que circulam na cidade e arredores!!! O terminal de autocarros que fazem ligação com o aeroporto também fica ali. Apesar de à noite haver imensos mendigos que dormem ao redor da estação, gente estranha a circular por ali, nunca houve qualquer tipo de problema até porque a policia andava sempre por lá. Pelo que achei a zona muito segura. Não tenho qualquer dúvida que quando voltar a Roma o B&B Railway 24 será o local para onde irei! 

 

E o melhor é mesmo isto, quando procurarem alojamento, tenham sempre em consideração os pontos de interesse da cidade, isto porque acontece por vezes a  distância entre localização do alojamento em relação ao centro da cidade ser grande, ou seja, ficar afastado, assim por um lado poderemos poupar muito dinheiro, mas por outro lado, teremos que gastar em transportes ao que acrescentamos o tempo que iremos demorar a chegar ao centro da cidade. Dicas essenciais que deixei no post sobre planear uma viagem III.

 

Tenho mais segredinhos para vos contar sobre Roma, por isso não percam o próximo post:

Roteiro Dia 1.

 

 

 

Il Dolce Fare Niente.

Maria Inês.

 

 

Sunday.

FullSizeRender.jpg

 

{ó ela ouvia música; aliás, era ela que escolhia, mentalmente, as músicas que ouvia, ouvia secretamente essas músicas. E dançava com essas músicas; dançava com os olhos, com movimentos de cabeça, com os braços. Podia estar a ouvir pessoas e estar, ao mesmo tempo, a dançar essas músicas. Dançava; às vezes, por dentro de si mesma.} ❤

(Baptista Bastos)

 

 

 

 

Maria Inês.