Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria Inês.

por Inês Saraiva

Maria Inês.

por Inês Saraiva

Açores. A Ilha Verde.

Hoje, no dia em que a Primavera chega com um sol que aquece o coração, escrevo sobre a Ilha Verde, a que encantou, a que apaixonou. Dias como este lembram-me ainda mais a Ilha Verde, os Açores.

 

IMG_7049.JPG

  

A viagem já foi há uns meses, o tempo contudo foi escasso para escrever sobre o encanto que ainda hoje sinto e a vontade de voltar.

São Miguel é assim, apaixona a cada passo dado, a cada miradouro, a cada lagoa, a cada sabor. A Ilha de São Miguel foi a ilha que escolhemos para a primeira viagem aos Açores. 

A viagem foi marcada "em cima do joelho" e mesmo assim conseguimos bons preços, o voo pela Ryanair custou 83€, como eramos um grupo de 6 pessoas optámos ficar numa casa, que pesquisámos através do site Airbnb, não havia muitas casas para escolher porque além de termos marcado muito próximo da data de partida havia uns tantos acontecimentos importantes na ilha na altura, a Festa do Chicharro, as Festas de Ponta Delgada, e um evento da Red Bull, portanto estava tudo acontecer na ilha, e mesmo assim foram dias tranquilos, ficámos então na amável Casa Santa Catarina, uma casa com divisões confortáveis, amplas, pagámos 95€ por noite. A casa está muito bem localizada, perto do centro, fácil deslocação a pé, com estacionamento ao lado de casa. Quando chegámos fomos recebidos com amabilidade  e hospitalidade pelos anfitriões, que tinham à nossa espera um "cabaz" com sabores da ilha!

 

Ora é impossível conhecer a ilha sem alugar carro, há imensos sites de aluguer de viaturas, alugámos um carro através do site ANC Azores Holidays, com serviço de transfer gratuito do aeroporto, os funcionários da agência foram simpáticos, como toda a gente com quem contactámos na ilha! Aliás é uma das curiosidades da ilha, além de super prestáveis são muito simpáticos!

IMG_3791.JPG

 

A ideia era ficar 5 dias na ilha e conhecer o máximo que fosse possível mas com tempo para aproveitar cada descoberta. E se cinco dias chegam? Não, claro que não! Mas ao mesmo tempo sim, é possível até em três dias conseguir sentir, ver a ilha, afinal é pequena! Mas não haverá certamente tanto tempo para conseguir mergulhar numa praia, num riacho, saborear umas lapas com tranquilidade, fazer um piquenique num parque (há imensos parques para piqueniques!!).

IMG_7358.JPG

 

 Para conhecer os principais pontos da ilha não é necessário um roteiro, basta decidir se queremos ir para norte ou para sul e seguir as indicações na estrada, todos os pontos de interesse na ilha estão devidamente sinalizados, contudo há dicas e segredos que é necessário conhecer para não perder pitada da ilha! Como os melhores restaurantes, os sítios imperdíveis. Nos próximos post´s prometo fazer um roteiro sobre a ilha!

 

E não se admirem se durante a viagem pela ilha exclamarem várias vezes "olha uma vaca!!" vai acontecer tão naturalmente como respirar!

 

IMG_7833.JPG

 

 

Próximo post:

Açores dia 1

 

 

 

 

 

Açores por,

Maria Inês

5 comentários

Comentar post