Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Maria Inês.

por Inês Saraiva

Maria Inês.

por Inês Saraiva

Dia da Família.

Sobre a Família.

Segundo consta hoje é o dia da família. Pois bem, a mim calhou-me uma família enorme. E, gosto assim. 

Somos barulhentos, rabugentos, rimos e discutimos alto. Às vezes chego a pensar que devemos ter ascendência italiana!

Cresci rodeada de irmãs, primos e primas, tios, tantos tios! Sempre fomos muitos lá em casa. O silêncio é uma palavra que só conhecemos nos piores momentos, ou quando a minha mãe ouve atenciosamente a telenovela da noite (momento sagrado!), de resto barulho é tudo o que se escuta desde sempre lá por casa. Como cresci numa aldeia, os vizinhos, que mesmo não sendo família ás vezes tornavam-se ramificações da mesma. E ainda hoje fazem parte da nossa grande família.

Cresci também com esta frase da minha avó "A família é sangue do nosso sangue, e devemos amá-la e respeitá-la", e, a verdade é que cresci com um Amor enorme à minha família, somos todos diferentes, mas no fundo somos todos iguais. Somos festeiros por natureza e muito teimosos. A minha mãe diz que saímos teimosos ao jeito da família do meu pai, mas a da minha mãe não é menos teimosa!Ahah... Confesso somos uma família muito Feliz.

Temos um jeitinho muito próprio de ser, sou uma família simples, onde todos têm um lugar no coração uns dos outros. Nem sempre é fácil gerir emoções no meio de uma família tão grande, às vezes as discussões são duras, por outro lado sentimos emoções bem fortes, bem felizes. Sabemos que aconteça o que acontecer no final fica tudo bem, porque somos família, e a família é sempre o nosso porto seguro, o ombro amigo nos dias difíceis e a extensão do nosso sorriso. Ser família é isto e muito mais.

Somos Família.

 

 

 

A minha família é a minha casa.

(José Luís Nunes Martins,

in 'Amor, Silêncios e Tempestades')